Terça-feira, 21 de Abril de 2009

santiago de compostela - 7ª etapa

Hoje, por volta das 5H00 da madrugada, fomos acordados abruptamente pelo grupo de portugueses, que pretendia ganhar tempo e atingir um ponto adiante, incomodando todos os peregrinos à sua volta.

Entretanto, chegou a hora de preparar a saída, directa para o café situado mesmo em frente ao albergue, começando a caminhada pelas 8H20.

A primeira fase do percurso é efectuada pelos subúrbios da cidade, onde encontramos, aqui e ali, entre prédios, alguns espigueiros, que se destacam no meios das recentes construções.

Entretanto, subimos em direcção ao Alto da Lomba, onde a vista é estupenda para a Ria de Vigo.

Passada a mancha florestal, encaminhamo-nos para Arcade, onde carimbamos a credendial no posto da Guardia Civil.

Seguiu-se Ponte Sampaio, com a sua ponte medieval, que atravessa o Rio Verdugo, onde, de acordo com o guia, ocorreu uma das mais sangrentas batalhas na campanha de 1809 contra as divisões de Napoleão, que se dirigiam para Portugal. Foi tal a ferocidade que ainda hoje a população local põe aos cães o nome dos generais franceses.

Atravessada a dita ponte, sentimos no ar um perfume a pão acabado de cozer a lenha, pelo que nos apressamos a saber do seu paradeiro, onde acabamos por adquirir um belo pão de mistura acabado de sair do forno, o que embelezou ainda mais a pitoresca aldeia piscatória.

Voltamos a entrar numa mancha verde que nos conduziu ao Alto da Canicouva e a uma refrescante fonte, onde aproveitamos para atestar as nossas garrafas e conversar um pouco com um idoso, que como viemos a saber, contava quantos peregrinos passavam por ali em cada dia.

A Capela de Santa Marta, à semelhança de outras, é mais um local de culto que se encontra ao longo do Caminho, dando mais sentido espiritual ao peregrino que sendo cristão, aproveita para rezar e meditar sobre o sentido da sua senda.

Em Tomeza observamos novamente uma demonstração de apoio aos peregrinos pela população local, espelhada em várias estátuas e monumentos, como os que retratamos.

Precisamente em frente ao Albergue, encontra-se um café e restaurante, onde encontramos os nossos dois amigos italianos, chamados ambos Gianluca e a sul africana Pascal, que acabou por optar seguir um pouco mais adiante após o almoço, bastante regado tendo em conta o aniversário de um dos italianos. Parabéns – Compleanno.

Ultreya!

 

publicado por vagabundos às 14:06
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.frase / pensamento

"faz-se caminho caminhando"

.normas de conduta

1. seguir somente pelos trilhos sinalizados 2. cuidado com o gado, por norma não gosta da aproximação de estranhos 3. evitar barulhos e atitudes que perturbem a paz local 4. observar a fauna à distância 5. não danificar a flora 6. não abandonar o lixo, levando-o até um local onde exista serviço de recolha 7. fechar cancelas e portelos 8. respeitar a propriedade privada 9. não fazer lume 10. ser afável com os habitantes locais

.posts recentes

. Mix de Caminhos - de 12 a...

. Caminho do Norte (de Baam...

. CAMINHO PRIMITIVO (de Fon...

. Caminho Primitivo de Sant...

. Caminho Francês de Santia...

. Linha do Corgo da Régua a...

. Via da Prata - Santiago d...

. Linha do Douro 21 a 23 Ou...

. Rota Freixa da Misarela -...

. Caminho Português Santiag...

.arquivos

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Março 2013

. Agosto 2012

. Abril 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Abril 2011

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.Novembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links